Português
English
 

Falta de regulamentação prejudica sigla

Fonte:  Valor Econômico

Por Letícia Arcoverde | São Paulo

A qualidade de alguns programas de MBA do Brasil pode ser comparada às boas  escolas globais. Mas muitos deixam a desejar, principalmente, porque ainda falta  ao país regulamentar o conceito e os cursos que podem ou não usar a denominação.  Essa é a opinião de Sharon Bamford, executiva-chefe da Association of MBAs  (AMBA), uma das principais organizações internacionais de acreditação de  programas de MBA. “Resolver essa questão é o que falta para que o país ocupe o  espaço que merece no mercado mundial do ensino de negócios”, diz.

Clique aqui para ler o artigo

 

Comentários estão fechados.